segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

As meias-páginas segunda e terceira deste ciclo (VI-1-b&c):

... A página nº40 do livro.

9 comentários:

K disse...

Olá Miguel. Como sempre muito interessante. Mas apenas uma coisa me surgiu: embora Pessoa pudesse ser um rapaz sério, estranha-me vê-lo quase sempre só com essa expressão. Só me lembro de o ver a sorrir numa página em que estava a pregar partidas com os irmãos. A maior parte das pessoas sérias têm um grande sentido de humor... e ele também o tinha. Só um aparte, que me ocorreu logo a ler e espero lhe possa ser útil.

Nuno disse...

Enganei-me no login. Só para saber que a mensagem anterior foi de minha autoria. Nuno.

Miguel Moreira disse...

Olá Nuno; não sei porquê mas eu já sabia que era o K...
Sim, é verdade que as pessoas sérias têm sentido de humor. A coisa é feita tentando aproveitar da forma mais adequada os factos biográficos. Eu também não acho que F.P. fosse o mal encarado que passa por ser.
É útil o seu contributo e irei discutí-lo com a colorista.
Obrigado.

Anónimo disse...

que grande vendido! que viu o teu trabalho de bd nos zines e agora esta merda!!!
VENDIDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

só os mete-nojo das Caldas é que podiam ser tão putinhas provincianas para fazerem uma bd sobre o pessoa desta forma!
sugestões para próximos livros de bd: o Ronaldinho ou o Marco Paulo... ou uma biografia não-autorizada dos Morangos com Açucar.
Pessoa coitado não te passes no caixão com esta gente portuguesa!

Nuno disse...

Nem o Pessoa, nem o Miguel precisam que defendam o seu trabalho, mas fica aqui uma palavra de apreço ao Miguel e força perante estas cobardias e invejas de "anónimos".

Teresa disse...

Hmmm...

Pois bem, coitado é apenas o pobre anónimo, é um comentário bastante descabido e cuja motivação apenas a si diz respeito, ou melhor, ao seu cotovelo inchado.

Uma advertência ao anónimo trate sériamente desse cotovelo, com a maior urgência, antes que se alastre á cabeça, se é que ainda a tem?

alexandre madureira disse...

Olá Miguel.
É difícil deixar comentários no teu blog porque não tenho mais nada a dizer do que “gosto muito” e tenho muita vontade de ver este excelente trabalho ser editado. Em relação a anônimos que sofrem deixando “peidinhos engarrafados” por causa de um ego mal construído, não há nada a dizer, de certeza que não gostaste de ler o que o anônimo escreveu, mas de certeza que a ele incomoda-o muito mais do que a ti,Por mim como um seguidor do teu trabalho e do teu talento já faz alguns anos, só te tenho a dizer amigo, continua que há outros como eu e muitos que ficam seriamente felizes por ver a tua criatividade a fazer coisas fantásticas para quem tem olhos para ver.
Um grande e sentido abraço.

Miguel Moreira disse...

Obrigado.