terça-feira, 20 de março de 2012

A quinta meia-página do terceiro grupo de 5 m-p da conclusão (Z-e) ou, por outras palavras, a última das trezentas meias-páginas desta banda-desenhada...

... seguida da também última página, a nº 152:

Na realidade, apesar de esta ser de facto a última página da BD, não será, na sua forma final (de livro), a nº 152; é que antes da conclusão desta história* serão inseridas as dez páginas de um pequeno livro dentro do livro, com capa e contracapa próprias, cujo tema será o "Livro do Desassossego".

--------------------------------------------
*: Para mais detalhes sobre a sua estrutura, ver o seguinte post.
--------------------------------------------

O seu título é "As Aventuras de Bernardo Soares, ajudante de guarda-livros na cidade de Lisboa..." e versa um dia inteiro da vida desse «sub-heterónimo», nas palavras do próprio Pessoa.

Não penso divulgá-las aqui - prefiro preservar o seu ineditismo até à eventual e desejada publicação desta história em livro.
--------------------------------------------

^^^ : O último escrito de Fernando Pessoa.
--------------------------------------------

Nota: O céu estrelado foi ideia da colorista... Excelente ideia!

7 comentários:

Nuno disse...

Parabéns pelo final!
Só uma nota: penso que não foi a família que insistiu que ele fosse para o hospital, pois eles só souberam disso quando ele já tinha morrido. Foi o Dr. Jaime Neves que insistiu no internamento. Quando a família chega ele já era cadáver. Aliás, tive uma "discussão" com a sobrinha há poucas semanas sobre isto, se era tempo suficiente do corpo ter estado sozinho para ser visitado pela Ophélia (existem alguns rumores neste sentido).

Miguel Moreira disse...

Obrigado Nuno!
E também pela nota. Optei por, baseado na ideia de que o cunhado de F.P. o visita ainda, ou em casa ou no hospital, preocupado por F.P. não ter ido aos anos da irmã na véspera.E assim também tentei transmitir a ideia de que ele não morreu isolado, sem o apoio dos familiares - afinal o Jaime Neves era seu primo.

Miguel Moreira disse...

Corrigindo:
- baseado na ideia de que o cunhado de F.P. o visita ainda, ou em casa ou no hospital, preocupado por F.P. não ter ido aos anos da irmã na véspera, optei assim por tentar transmitir a ideia de que F.P. não morreu isolado, isto é, sem o apoio dos familiares ("à la" João Gaspar Simões) - afinal, o Jaime Neves era também seu primo.

Nuno disse...

Percebi Miguel!

Cavalo de pau disse...

Olá Miguel!
Sub-heterónimo ou semi-heterónimo? Não é a mesma coisa. Onde é que ele escreveu que Bernardo Soares é um sub-heterónimo?...podes-me mandar a informação?

Obrigado e abraços.

Miguel Moreira disse...

Olá Chico, realmente não é a mesma coisa. Deve ter sido engano. Obrigado.

Cavalo de pau disse...

....o Pessoa escreveu tanta coisa, uma pessoa sabe lá!

Tá feito, obrigado.